21 de ago de 2015

1º Campeonato de Pedestrianismo EPAS Praia Grande

Fala galeraaaa!

O próximo desafio já tem data marcada!

Entidade Profissional e Atlética Social EPAS Praia Grande dará inicio ao primeiro Campeonato de Pedestrianismo EPAS 2015, o evento será realizado em 3 etapas durante o segundo semestre.

A primeira etapa será neste Sábado (22) de Agosto, dentro da pista de atletismo (Tude Bastos), com percurso de 5 km sendo 12,5 voltas (pista de 400 metros).

Nesta primeira etapa todas as inscrições foram preenchidas, mas fiquem atentos as próximas etapas;

2ª Etapa
Data: 04/10/2015
Distancia: 7km
Local: Kartódromo de Praia Grande
Largada: 08:00hs

3ª Etapa
Data: 08/11/2015
Distancia: 8km
Local: Fortaleza do Itaipu
Largada: 08:00hs

20 de ago de 2015

Maratona Trail Run **Indomit Bombinhas

Fala galeraaaaaa!

Segue meu relato sobre a #INDOMIT Bombinhas

Para falar da Indomit terei que voltar no tempo pelo menos uns 7 meses, quando se iniciou o processo de inscrição... O valor da Inscrição é alto, porém é muito bem pago e vale cada centavo por tudo que a prova representa, além disso, a organização é impecável e envolve muitas coisas além da prova, como: Congresso técnico, jantar de massas, retirada do kit, prova, premiação, e também a balada pra finalizar com chave de ouro!

Participando pelo terceiro ano consecutivo, onde em 2013 fui Vice Campeão (dupla masculina) e em 2014 ficamos na 5ª Colocação Geral (dupla masculina), a parceria deu muito certo entre Jackson Senigalia e eu, porém neste ano o objetivo foi mais ousado, e decidimos correr na categoria solo.

Pra mim essa seria a “prova do ano”. Mesmo com todos os obstáculos enfrentados e todos os treinos que foram encaixados até o grande dia, coloquei uma meta pessoal de fazer minha primeira maratona de montanha abaixo de 4 horas.

Na viagem, eu e Gaby tivemos a companhia dos amigos e ultras Jurandir (Raizer) e Vilminha (Márcia Proença) e a diversão foi garantida. Chegamos com antecedência em Bombinhas, já na quinta feira (13/08).

Sobre minha participação na prova:

A largada aconteceu pontualmente às 08h00 na Praia de Bombinhas em frente a pousada Vila do Farol, com clima até então nublado cerca de 1.000 atletas corriam em direção a Praia de Bombas. Fui num ritmo confortável porém forte, os primeiros 6km foram tranquilos e mantive uma média de 4’30 por km. Na primeira subida mais punk, a prova começava a se desenhar, pois quase todos os atletas caminharam; fui num trote mais devagar, porém constante e ultrapassei alguns atletas passando meus primeiros 10km na casa dos 50min. Próximo ao 14º km uma decida insana, medroso na decida, perdi algumas posições mas nada desesperador, pois ainda haveria muita coisa pela frente. Quando entrei na praia da Lagoa, uma imensidão até chegar no Canto Grande (local onde era feito a troca das duplas) e registro do chip nos 21km; foi aí que entrou em cena o grande vilão “o sol”, dia de inverno com temperatura de verão do nordeste procurei me manter hidratado, mas o desgaste era visível, simplesmente desmontei. No 24º km pensei em abandonar a prova, eu voltaria apenas 2km onde a organização disponibilizava ônibus para retorno dos atletas em duplas, mas ai lembrei de tudo que me fez chegar até ali, lembrei da Gaby me esperando na chegada, dos treinos, levantei a cabeça e segui em frente. Caminhei muitos kms numa subida de matar e tentei tirar a diferença na decida ladeira abaixo, porém a escolha do tênis não foi das melhores e comecei a sentir dores nos dedos (bolhas), areia e pedrinhas dentro dos tênis, após finalizar essa decida sentei numa praia e tirei o tênis, quando me deparo com enormes bolhas, tirei e sacudi o tênis e tentei colocar novamente no pé, mas não entrava de jeito nenhum pois meu pé havia inchado, e neste momento o pensamento era outro... Faltando menos de 17km para a chegada, segurei os tênis nas mãos e fui de meia, encurtei a passada para evitar um impacto mais bruto, no 33ºkm uma longa subida de asfalto, na decida meus pés fritando no asfalto, a meia toda rasgada e mesmo assim segui firme (redobrando a atenção nas trilhas para não pisar em galhos), em alguns momentos pisava na água, quase saindo fumaça kkkkk. Meu maior adversário era eu mesmo, até onde poderia chegar?! Recebi apoio dos fotógrafos, e nos trancos e barrancos cheguei na “Praia de Bombinhas” com os tênis nas mãos e uma sensação indescritível, não sabia se chorava, gritava, e mesmo não sendo a posição que eu almejava, dei graças a Deus por ter terminado de uma forma tão inesperada. Valeu todo o esforço ao cruzar a linha de chegada e ver a Gaby me esperando com um sorriso enorme...

Mesmo quando tudo dá errado temos que ter perseverança, obstáculos foram feitos pra serem superados; posso perder em algumas vezes, mas desistir nunca. Assim corro atrás dos meus sonhos.

Queria agradecer a todos os amigos que mandaram vibes positivas. Obrigado Jurandir e Vilminha pela carona, aos amigos corredores e gaby pela companhia nesse final de semana maravilhoso, sou grato a Deus por tudo que acontece na minha vida.

12 de ago de 2015

Maratona das Praias - Bertioga/SP

Fala galeraaaaaa!!!

Com um pouquinho de atraso, mais saiu o post...

“Maratona das praias”

No dia 26 de Julho de 2015 foi realizado em Bertioga mais uma edição da Maratona das Praias, prova com percurso 100% de areia, belas paisagens e um visual incrível.

A largada foi em frente à Imobiliária Lindo Imóveis, patrocinadora do evento, a qual fica apenas 300 metros do Forte São João (monumento histórico da cidade). Em 2013 participei dos 21k e em 2014 fiquei de fora devido ao calendário cheio de provas, porém neste ano tive como meta completar minha 3ª Maratona, sendo a mais desafiadora até hoje devido ao percurso ser inteiramente na areia da praia.

Bertioga fica a apenas 70 km de distância da minha casa (Praia Grande), e desta forma fizemos bate volta, eu e a Gaby (namorada) saímos cedo de casa e paramos na padaria “4 Ases” muito conhecida pelo atletas que fazem prova em Bertioga, de lá seguimos para o local da largada onde encontrei muitos conhecidos. As categorias e os percursos foram bem diversificados, sendo: 5km, 10km, 21km e os insanos 42km.

Minha participação na prova...

Dias de inverno?! Que nada, o dia amanheceu com um belíssimo sol deixando ainda mais desafiador para os guerreiros que se aventuraram nos 42km; a largada foi em conjunto para todas as modalidades, e a cada retorno o pelotão ia sofrendo baixas, após passar pelos 10,5km (retorno da modalidade 21km) poucos seguiram a diante, e a partir daquele momento começava a brincadeira, mais 31km pela frente. Um atleta que não me lembro o nome, se alinhou comigo e mantivemos o mesmo pace até o 23º km; faltou um posto de hidratação na Praia de Riviera, ficamos mais de 5km sem água, por isso na volta lembrei desse detalhe e no 24º km peguei dois copos. A cada hora que o relógio registrava, o cansaço aumentava e o sol castigava ainda mais, me hidratei bem e não deixei a peteca cair, queria terminar abaixo de 3h20’ e fui calculando um ritmo médio. Chegando no 30º km novamente na praia de Bertioga, era possível avistar a largada de longe; outro detalhe importante foram os inúmeros canais de água, os quais no começo eram possíveis pular, mas com o desgaste do final, o jeito foi enfiar o pé na água, o tênis molhado e o peso extra tornaram ainda mais desafiador, pela frente ainda haviam mais 7km e uma vontade absurda de vencer, a vontade de andar também era grande, eu já corria por muitos kms sozinho e em alguns momentos a praia também estava deserta, lembrei do Desafio de Bombinhas e fui forte, chegando já avistei a Gaby e alguns amigos da Raizer, no cronômetro 3h18’ e eu ainda não estava acreditando, apenas levantei as mãos para o céu e agradeci por tudo.

Maratona é uma prova que exige esforço físico e mental, de quebra ainda fui TOP 10 geral e Campeão da categoria (25-29 anos).

5 de ago de 2015

Antes e Depois: MSO Batata

Fala galeraaaaaa!

Há cerca de 2 meses formamos um grupo de amigos na cidade Praia Grande (litoral de São Paulo) com a finalidade de incentivar novas pessoas a correr. No primeiro treino tivemos a presença de 9 pessoas, já no segundo haviam mais de 12 pessoas e atualmente são mais de 20 meliantes, ops “integrantes”.rs

O que posso afirmar a vocês é que esse grupo a cada treino que passa, está se motivando a buscar novos desafios e nosso lema é “Correr pra se divertir”, lógico que uns e outros são mais competitivos (como é o caso da Elisandra e Virgílio kkkkk) mas ai é assunto para um próximo post...

Apesar das zueiras sem fim, neste período fiz novas amizades, e uma delas foi o grande “MSO Batata” que descobri a poucos dias sua identidade secreta vulgo Marcelo Sinaider.

No dia 3 de Agosto, ele postou no Facebook uma foto pra lá de inusitada...

"Oloco bicho"


Depois dessa imagem eu não poderia deixar essa grande história passar despercebida, trocamos ideias pelo bate-papo do Facebook e pedi a autorização para publicar e compartilhar com vocês aqui do blog. 

Marcelo Sinaider, 45 anos, residente em Praia Grande, trabalha como projetista de móveis, atualmente está solteiro e foi justamente por causa desse status “solteiro” que a vida dele deu uma reviravolta. Em Setembro de 2008 após o término de um relacionamento o Batatinha ficou meio desorientado, no português claro ficou desmotivado com a vida... e aí vieram as “baladas” sempre acompanhadas de cerveja, churrasco com os amigos, entre outros... e como ele já tem facilidade para ganhar peso, chegou a pesar 92,5kg (isso tudo para um grande homem de 1,67 metros). 

Em Novembro de 2011 o Batata decidiu procurar ajuda e conheceu a Dna. Izalete (massagista), então passou por diversas sessões com a finalidade de colocar a cabeça em ordem e ocupar a mente com coisas mais saudáveis. Dna Izalete era muito honesta e sempre dizia: "Marcelo se você não se esforçar para mudar de vida, vou ficar rica às suas custas". Batata também nos conta que ela foi peça fundamental para a mudança, pois 3 dias depois ele tomou vergonha na cara e decidiu fazer diferente, levando consigo uma filosofia de vida que diz: "Tudo aquilo que você busca com determinação por sete dias consecutivos, não tem como não ser positivo".

Acordou bem cedo e começou a caminhar na praia, seguido dos primeiros trotes, e nos dias de verão também corria a noite após o seu expediente no serviço e em pouco tempo baixou o peso para 68 kg, porém numa escorregada voltou a ganhar peso chegando aos 81,2 kg. 

Em setembro de 2013, entrou numa academia em Mongaguá (treinamento funcional) e num curto espaço de tempo voltou a perder peso, atingindo seus 69,4 kg... Vale salientar que todo esse processo foi com acompanhamento de um profissional, o coach "Alex Contarini", dando sequência com o Sr. Edson Polym (pai do Alex), que infelizmente veio a falecer no mês de Junho deste ano. 

Em 2014 uma amiga “Dany Martins” o convidou para fazer treinos com a galera do CTFNJR, e ele foi pegando gosto pela brincadeira; se inscreveu nos 10km da Tribuna a qual terminou com 51min54s. Daí em diante como todo iniciante, queria fazer todas as provas possíveis... De lá pra cá muita coisa aconteceu e esse grande baixinho, começou a treinar na pista de atletismo de Praia Grande, conhecendo atletas mais experientes (Leandro, Keneshi e Odair), e com ajuda deles diminui seu tempo nos 10k (48m36s), somando em seu currículo muitas conquistas e inúmeras competições, destacando uma prova em especial "Corrida Sangue Bom 6k" na qual conquistou seu primeiro troféu. 

Atualmente com 72 kg, esse pequeno grande atleta busca vencer o medo pela água, e olha que não é por falta de banho, rs... Ele quer começar a surfar e também sonha com os temidos 42km da Maratona, será que está pintando um novo surfista maratonista na Praia Grande?! Independente dos planos futuros, já virei fã desse figura, diferenciado, divertido e motivador, nos treinos sempre contagiando os atletas com seu bom humor.

"O esporte é capaz de transformar vidas"

Veja o antes e depois do Batata...

Antes...


Depois...