22 de mai de 2015

XXI Maratona Internacional de São Paulo

Fala Galeraaaaa!!!

Confiram mais um relato.

XXI Maratona Internacional de São Paulo

Mesmo tendo muitas provas no curriculum, confesso que nem eu acreditava que seria possível completar a Maratona Internacional de São Paulo 2015. Foi um ano difícil, alguns problemas pessoais afetaram diretamente meus treinos; logo eu tão apaixonado pelo esporte poderia ter perdido a vontade de correr?! Se fosse apenas pela falta de treinos tudo bem, mas faltando menos de um mês para o grande evento, fui picado pelo famoso "Mosquitinho da Dengue" e com isso ganhei 7 dias de cama, mesmo período no qual caí de moto e precisei engessar a perna, resultado: "mais 8 dias de cama”... ainda com o pé dolorido, ao tirar o gesso retornei aos treinos pré prova, e consegui fazer um trote de 6 km e 7 km, nada mais do que isso. E essa foi minha preparação para a Maratona..rsrs.

Nesta prova tive a companhia da Gaby (namorada) e Lisa (Sogra), subimos a serra no Sábado (16) e ficamos hospedados no Apartamento do Vagner Jr e Rita (tio e tia da Gaby), e nosso pré-prova foi incrível, teve de tudo: Pizza, Bolo, La Cerveza del Uruguay (Norteña), Budweiser estupidamente gelada, e tudo isso acompanhado de muitas risadas com as histórias da Isa e Lori (Sobrinhas da Gaby).

No Domingo (17) acordamos cedo, e seguimos até o Parque do Ibirapuera (local da Largada), “Eu” inscrito nos 42 km, Lisa nas 15 milhas e Gaby nas 5 milhas; não sou mais um marinheiro de primeira viagem, então antes da largada fiz uma reavaliação para ver se eu estava apto ou não, sem dores resolvi encarar o desafio, “e que desafio”... Mas consciente de que poderia parar a qualquer momento, sem ter vergonha de dizer que não completei, antes prezei pela minha saúde e bem estar.

As provas de grande porte sempre contam com muitos inscritos, e a largada acaba ficando tumultuada; passei pelo pórtico (tapete) com mais de 8 minutos no cronômetro, e só consegui correr sem esbarrar em alguém depois do 3º km. Com tantos inscritos, achei que seria missão impossível encontrar alguns amigos na prova, principalmente o Tatuzinho (homem de 1,5 metros) e o guerreiro Eliseu (Homem de Ferro)..kkkkk #SQN por sorte encontrei com eles em menos de 2 km de prova, e já sabendo de quanto o Tatuzinho sonhou com essa prova (Ops não dormiu pensando nela), resolvi seguir junto e filmar alguns momentos nossos durante o percurso. A maratona é uma prova longa e o psicológico/alimentação tem de estar perfeitamente sincronizados, mas eu não levei nada de suplementação, apenas utilizando o que deram durante a prova (Água e Gatorade). O Tatu foi devidamente equipado e me salvou com pãozinho, 1 grama de sal e rapadura.. aceitei alguns pedaços, e a cada 5 km completados eu perguntava se ele estava bem, e com uma resposta quase que instantânea, Marrone ainda estou aqui... Se repetindo por mais de 30 kms, juntos lado a lado. Mas ainda na USP comecei a sentir a falta de treinos, as pernas pesadas, pontadas no baço, olhava para o lado e a minha maior preocupação era que meu cansaço refletisse ou prejudicasse o Tatuzinho, e não queria vê-lo parar por minha causa, esgotado, então falei: "Tatu, me promete que vai terminar", ele se dividiu entre parar e continuar, eu disse: "Só vaiiiiii... e se parar aqui, vou ficar bravo com você...". Assim ele continuou e ali mesmo comecei a andar, sentindo câimbras em quase todos os músculos, e meu pensamento "vou desistir". Caminhei dos 32,3 km até o 34 km, será a síndrome dos 30 km?! Mas foi o suficiente para me recuperar das câimbras e aos poucos voltei a trotar. Próximo ao 36 km encontro outro grande amigo Alessandro (Equipe Baleias), conversando com ele, me distraí e o trote fluiu, no final algumas subidas de matar kkkk... Já tinha chego até ali, o finalzinho foi com o coração, e mesmo depois de tantas provas, me emocionei nos últimos kms, para mim, foi uma superação voltar e ter pela frente uma Maratona.. É pra loucos, cruzei a linha de chegada com 4h24min35s.

Agradeço sempre a Deus por tudo, e agora chega de mimimi. Vou voltar a focar nos treinos, pra conseguir bons resultados.

Segue algumas fotos dessa grande aventura...