3 de out de 2013

Ultra Maratona de 24hs em Pista

Fala galera!!

Confiram o relato do grande Cabral sobre a Ultra Maratona de 24hs em Pista.

“NÃO SOU ULTRA MARATONISTA APENAS AMO CORRER”

A Corrida de 24 Horas na Virada Esportiva foi uma Ultra Maratona realizada em São Paulo nos dias 21 e 22 de Setembro, a Largada aconteceu num Parque Maravilhoso do Tatuapé/SP. Começando as 14 horas do Sábado e finalizada as 14 horas do Domingo, fui convidado pelos amigos de São Paulo e da Praia Grande, formando uma Equipe Masculina de 6 Atletas, não pensei 2 vezes e aceitei o desafio, só depois fui perceber a loucura que estava fazendo, essa seria a minha 1º Ultra de 24 horas.

Saímos da Baixada Santista rumo a São Paulo, Eu, Rafael Marrone, Gianfranco e o Sandro, as dificuldades começaram no trajeto, um sol muito forte, transito intenso na capital e pra variar um Pneu furado durante a viagem.



Chegamos atrasados e já tinha dado a largada há cerca de 30 minutos, nos juntamos a mais dois amigos Julio e Douglas que estavam nos aguardando, um deles já estava na pista correndo e o outro havia passado mal devido ao forte calor e ar seco. A pista era de carvão e subia muita poeira, prejudicando nossa respiração, a estratégia inicial era cada atleta percorrer por 2 horas seguidas, mas devido ao calor intenso a estratégia foi por água a baixo, mudamos para 1 hora, mesmo assim percebemos que iriamos se desgastar muito, pois só estava começando a grande batalha, as Equipes estavam fortes e rápidas, mudamos novamente a estratégia e baixamos para 30 minutos cada, mesmo assim não foi o suficiente, percebemos que os rivais estavam revezando a cada 15 minutos ou até mesmo de 5 em 5 minutos, depois de 3 horas de prova adotamos definitivamente a estratégia dos 15 minutos para cada corredor, assim que o Sol começou a perder força, já era umas 18 horas.

Recebemos conselhos de atletas mais experientes no assunto que disseram: “A Prova se decide na madrugada” Abraçamos a ideia e passamos a Madrugada inteira dando tiros de 15 minutos cada corredor, foi muito desgastante, não conseguia dormir, pois a Adrenalina estava lá em cima, eu só deitava para relaxar o corpo, nosso descanso foi em cima de uma caixa de papelão, não tínhamos nenhuma estrutura, o único suporte foi uma barraca para guardar os alimentos, mais era tão pequena que as bolsas ficaram de fora, uma rede, um colcha de pano estendida no chão e mais duas cadeiras de praia. Perante as demais equipes nos éramos formiguinhas, eles levaram comidas, coxões de ar, iluminação, colchonetes, agasalhos, técnicos, massagistas, várias barracas, etc...

O dia amanheceu com sereno, parecia que ia chover, ventos estranhos, nosso estoque de camisetas secas havia acabado, todas já estavam sujas e suadas, mais não teve jeito, colocamos a mesma camiseta molhada de suor para voltar a pista, mesmo com toda a adversidade, sempre incomodamos os adversários, há poucas voltas do 1º e 2º colocados, conseguimos manter o mesmo ritmo do dia anterior, me surpreendi com a superação dos meus parceiros de Equipe, o qual todos vinham de contusões, também cheguei a conclusão de quanto eu estava bem fisicamente, faltando apenas 3 horas pra finalizar a prova, já tínhamos colocado mais de 20 Km de diferença para o 4º colocado. Sendo que a Premiação era somente para os 3 primeiros na geral, terminamos as 24 horas num ritmo alucinante com a distância de 304 km, alcançando nosso objetivo de subir no pódio.

Durante a cerimonia de premiação, cada corredor ganhou um pequeno troféu e mais um belo troféu para toda a Equipe, o qual ficou com nosso amigo Sandro por sorteio, ficamos satisfeitos com a marca de 304 km, apesar dos erros de cronometragem, o que não foi suficiente para tirar nosso mérito e respeito pelas grandes equipes.

Foto do pódio...



Nossa Colocação 3º no geral / 760 Voltas na pista / 304 Km

Obrigado meus Brothers Rafael Marrone, Gianfranco, Sandro, Julio e Douglas por me ajudarem a escrever mais esta historia de superação e principalmente a Deus pela oportunidade de sermos reconhecidos em um grande Evento.

Foto registrada após 24 horas correndo...



"FICA AQUI O RELATO DE UM CORREDOR QUE SE EMOCIONA A CADA CORRIDA"