15 de set de 2015

29ª Corrida Pedestre de Araçariguama

Fala galeraaaa!!!

No último domingo (13/09), participei da 29ª Corrida Pedestre “Nossa Senhora Da Penha”, a prova foi realizada na Cidade de Araçariguama (interior de São Paulo) com largada na Praça Albertino de Castro às 09h, sendo disputada num único percurso de aproximadamente 6,2 km.

Competir no interior de São Paulo me proporciona grandes aventuras, e me permite fazer duas coisas que amo: correr e viajar. Após realizar as inscrições da prova gratuita (Eu e Gaby), fui pesquisar preços de hotéis e pousadas na região... Consegui uma reserva num hotel em Sorocaba (cidade linda) e aproveitamos nosso Sábado para curtir e passear.



O Domingo amanheceu com sol entre nuvens, porém muito frio. Café da manhã VIP na pousada, e dali seguimos viagem para Araçariguama (local da prova), menos de 40km de distância e um clima ainda mais gelado; o céu coberto por nuvens, retiramos nosso kit de participação composto por camiseta e numeral.

No pré prova (aquecimento), ouvi alguns atletas dizendo que o percurso era insano... Às 9h00 todos os atletas se posicionaram para a largada, não me afobei e fiz meu primeiro km num ritmo confortável. A partir do segundo km vieram às intermináveis subidas (quase 2k). Quando adentramos numa estrada de terra, algumas retas onde aumentei o ritmo, que ficou ainda mais forte quando vieram as ladeiras, decidas e mais decidas... Chegando novamente no centro da cidade, atenção redobrada devido aos carros que circulavam nas ruas, mas foi tudo tranquilo e o final com direito a sprint; disputando posições com muitos atletas de alto nível, os famosos “canelas secas”.

Ao cruzar a linha de chegada já retornei na contramão do percurso para buscar a Gaby, lembrando das subidas e decidas pensei: “Ela deve estar me xingando, rs..” que nada, ela estava cansada, mas feliz e mandando ver nas decidas.

Já passado o sofrimento, trocamos de roupa e aguardamos a cerimônia de premiação, e para nossa surpresa, deu pódio para os dois: 3º colocado e 3ª colocada na categoria (20-29 anos) uhuuuuu !!!

Nosso próximo desafio será no dia 20 de Setembro “Meia Maratona de Praia Grande”

Então até breve com nosso próximo relato...

#casaldasmontanhas



11 de set de 2015

29ª Corrida Pedestre de Araçariguama

Fala galeraaaa!

Meu próximo desafio já tem data marcada, desta vez não será nas montanhas, voltando as origens "provas de rua" e de bônus viagem no final de semana para uma cidade que ainda não conheço.

A prova: "29ª corrida Pedestre de Emancipação de Araçariguama"
Data: 13 de Setembro de 2015
Cidade: Araçariguama, largada e chegada na Praça Matriz
Organização: Paróquia N.S.da Penha e apoio da Prefeitura de Araçariguama-SP
Percurso: 6.2km

Conto com a torcida de todos e em breve meu relato dessa grande aventura,
Então bora desbravar novos horizontes...

10 de set de 2015

Circuito Ladeira de Corrida Rústica - Suzano 06/09/2015

Fala galeraaaaa...

No último Domingo (06/09) véspera de feriado, foi realizada na Cidade de Suzano a 3ª etapa do Circuito “Ladeiras da Penha”, prova organizada pelo grande irmão Junior Diesel, sendo disputada em dois percursos: Curto 7km e Longo 14km.

Estreante nas montanhas, a Gaby (namorada) deu showww nas trilhas, completando o percurso longo em 2h15min25segundos, subindo no pódio na 3ª Colocação (categoria 18 a 29 anos).


Minha participação:

Na hora da largada alinhei ao lado dos demais (já prevendo uma dura batalha pelo nível altíssimo dos atletas), tentei não me afobar na largada pois começava com uma longa subida numa estrada de asfalto bem irregular. Quando acabou a primeira subida, muitos atletas já haviam sumido na frente, e vieram as estradas de terra com subidas e descidas constantes; não queria ficar muito distante e comecei a forçar o ritmo, eu estava bem e o pace baixou para 3’49 por km, aí foi a minha vez de ultrapassar os atletas.. consegui visualizar cerca de 9 atletas a frente. Até então o percurso estava tranquilo, mas conhecendo o cara que fez o percurso (Anselmo Espingarda) eu sabia que algo estaria por vir; dito e feito, próximo ao 7º km uma longa subida e em seguida uma trilha muito técnica. Mesmo fascinado por trilhas, desta vez meu psicológico me travou e literalmente “andei”, tudo que conquistei de vantagem nas posições havia ido por água abaixo, meu pior km com pace de quase 11’minutos... muitas ultrapassagens e já nem sabia em qual posição estava; tentei recuperar o prejuízo na decida, mas isso me levou a tombos seguidos. Entregar os pontos e desistir? Jamais! Levantei a cabeça e fiz a segunda trilha mais forte, porém a galera já tinha sumido. Quando retornei na estrada de terra tomei um gel e fui pra cima, avistei a frente dois atletas que aparentavam ser jovens e poderiam ser da minha categoria, fui pra cima, o primeiro nem tentou me acompanhar, agora o segundo era um atleta da região “Diego Predolim”, ele apertou, e no último km foi uma disputa acirrada... ora ele puxava o ritmo, ora eu, e assim ganhei por segundos no sprint final (depois fiquei sabendo que nem era da minha categoria.. rs’ mas valeu a disputa).

Confesso que há algum tempo atrás, uma derrota dessas me deixaria muito abatido. Hoje aprendi a valorizar os demais atletas que também se esforçam e superam seus desafios; agora é levantar a cabeça e treinar cada vez mais, perder ou ganhar faz parte da vida de qualquer atleta. Então borá treinar mais para buscar um lugarzinho no pódio!!!