25 de mar de 2015

Treino na Decathlon Praia Grande 28/03***

Fala galeraaaa!

No último Sábado (21/03) participei de um treino descontraído na Loja Decathlon Praia Grande, percorri a distância de 5km: sendo 10 voltas pelo estacionamento, e mais 4 voltas dentro da Loja, e o mais legal disso tudo com a Loja em funcionamento... Gravei um vídeo "acesse aqui" correndo dentro da loja e fiquei surpreso com o numero de visualizações (mais de 1.300 acessos)... Muitos amigos comentaram e manisfestaram o interesse sobre uma próxima oportunidade...

E o treino já tem data, será realizado no próximo Sábado (28/03) na Loja da Decathlon Praia Grande... Desta vez com a organização da Carina Faggiani (Núcleo Xtreme / Clube da Corrida).

E ai vai ficar de fora???

Treino na Loja Decathlon Praia Grande

Fala galeraaa!

Já imaginou fazer um treino de corrida dentro de uma loja de esportes?

Sim é possível... A Equipe Angra em parceria com a Decathlon (Praia Grande), realizaram no último Sábado (21/03) um treino super descontraído, sendo 10 voltas pelo estacionamento, e mais 4 voltas dentro da Loja totalizando a distância de 5km, e o mais legal disso tudo com a Loja em funcionamento... 

Assista ao vídeo postado na Fanpage

Depois dessa brincadeira saudável, uma mesa cheia de frutas, água, isotônico e barras de cereais #aptonia, também houve sorteio de brindes e produtos #kalenji 

"Treino TOP demais"
Parabéns a todos que participaram!

23 de mar de 2015

Ultra Maratona 12hs No Limite

Fala galeraaaa!

Nos dias 07 e 08 de Março, foi realizado em Praia Grande (Litoral de São Paulo) mais uma edição da Ultra Maratona 6hs, 12hs e 24hs no Limite, desafios para todos os gostos.

Com sua estrutura montada dentro da pista de atletismo (Tude Bastos) a organização da Ultra Runner disponibilizou aos atletas, frutas, isotônicos, água, bolachas e refeições durante toda a prova.

Tinha total convicção de que correria as 6 horas; pelo menos foi o que eu disse a Jesus... rsrs Jesus é a treinadora da Equipe EPAS (OSAN)... Mais no dia da prova fui surpreendido com a notícia de que estava inscrito nas 12hs, mas como assim?!? 12 horas não aguento, "Jesus disse: aguenta sim, rs" não sabia se ria ou se chorava... Mas como diria aquele ditado "quem está na chuva é pra se molhar".

Estratégia resenhada para as 6hs, simplesmente descubro que não tinha mais uma estratégia rs, agora seria trabalhar a mente para suportar as 12hs correndo... Mais pelo menos não ia sofrer sozinho, Julio Cesar e Marcelo Adam também estavam inscritos nas 12hs kkkkkkk.

Segue uma relação dos horários das largadas e encerramento das provas:

06hs - Largada as 22:00hs (07/03) encerramento 04:00hs (08/03);
12hs - Largada as 22:00hs (07/03) encerramento 10:00hs (08/03);
24hs - Largada as 10:00hs (07/03) encerramento 10:00hs (08/03);

Cheguei na pista por volta das 20hs, e me deparei com grandes guerreiros (ultras) que já percorriam mais de 10 horas de prova (completamente loucos); A Entidade EPAS Praia Grande nos forneceu uma estrutura “TOP” colchões, comida, balde de gelo, massagem, e uma equipe de meninos e meninas prontos para o apoio... condições excelentes para disputar uma prova em alto nível.

As 22:00hs me posicionei junto com os demais atletas, havia fixado meu numeral na bermuda e aconselhado a redirecionar para o peito, devido aos problemas de cronometragem (manual), larguei muito depois dos demais, mais nem estava preocupado, só faltam 11:59 de prova kkkk, correr lento nem sempre é uma boa, meu corpo respondeu de forma negativa, parecia que estava fazendo mais força que o normal, resolvi correr forte e tentar criar uma vantagem para os demais, já nas primeiras parciais o resultado era favorável 3º Colocado no Geral e uma pequena diferença para o primeiro colocado, assim mantive até 3 horas de prova, então resolvi fazer minha primeira parada, hidratação com qualidade, banheiro, balde de gelo, troca de roupas. Cerca de 20 minutos voltei a pista, comecei a correr novamente, porém num ritmo bem mais fraco do que o inicial, confesso que a vontade de andar era cada vez mais constante, mais fiz diversas voltas trotando, com 4 horas de prova foi a vez das câimbras... nesse momento “andei por quase duas horas seguidas”... acabei caindo na classificação geral, mais ainda estava em sexto, resolvi fazer outra parada, essa um pouco mais longa, balde de gelo, massagem e um banho quente, retornei a pista e depois de algumas voltas correndo a prova foi suspensa "motivo de pane na cronometragem". Então reuni-se todos os atletas e organizadores e comum acordo foi decidido entre as partes pelo encerramento da prova.

Desta forma, terminei entre os "TOP 10" Geral e campeão na Categoria (até 29 anos).

Aproveito para agradecer aos amigos da “Equipe EPAS Praia Grande”, por todo o suporte durante as 8 horas que permaneci na pista, esse apoio foi fundamental para que tivesse condições de estar sempre entre os primeiros colocados.

#obrigadoGALERA

19 de mar de 2015

Correr e Caminhar para Viver Bem - Etapa São Paulo

Fala galeraaa!

Compartilhando com vocês.

Corrida TOP - Inscrições gratuitas...

"Correr e Caminhar para Viver Bem"
Etapa São Paulo (Jardim Botânico)

As inscrições estarão disponíveis dia 20/04/2015 às 09h00, esgotam em poucos minutos!

Site: www.correrecaminhar.com.br

17 de mar de 2015

X-TREME Beach 10 Milhas - Praia Grande/SP

Fala galeraaaa!

No último final de semana (15/03) foi realizada em Praia Grande, litoral de São Paulo, a 1ª Edição da “X-treme Beach 10 Milhas” que teve como organizadora, a grande atleta e amiga de infância Carina Faggiani, do Clube da Corrida Jovem Pan/Núcleo X-treme.

Com a estrutura montada dentro da Fortaleza do Itaipu, a prova contou com 3 super desafios: 1/2 milha Kids Run, 5 milhas e 10 milhas, com variados percursos para ninguém ficar de fora.

1 Milha é equivalente a 1.609,34 metros, ou seja, 10 milhas = 16 km.

Em 2011 quando iniciei na corrida, lembro que só existiam duas provas na Praia Grande: A "Jovem Pan Night Run" e a "Meia Maratona de Praia Grande", porém de uns anos pra cá o esporte evoluiu e consequentemente a ampliou-se o calendário esportivo da cidade.

A prova no quintal de casa resulta em algumas horas a mais de sono..rs' A largada estava marcada para 08:30, acordei 07:15, tomei café em casa e ainda sim cheguei cedo para o evento; também fiquei muito feliz em rever grandes amigos. Aqueles 30 minutos que antecedem a largada, foram propícios para colocar a conversa em dia.

Grandes nomes do atletismo, como José Wilton, Angelina, entre outros... A prova contou com mais de 200 inscritos. Ao lado dessas feras me posicionei para a largada pontual, e começou o sofrimento.. Digo sofrimento pois em menos de 10 dias eu havia participado de uma ultra maratona de 12hs, e com isso, tive uma semana praticamente OFF dos treinos; resultado disso: “o corpo sentiu”. Larguei num ritmo confortável e assim mantive até o retorno, 8km; todos com pace abaixo de 4’minutos. Na volta me programei para "sentar a bota", aumentar a velocidade, mas senti dor na posterior da coxa com pouco mais de 8.500 metros.. comecei a andar mas o pessoal que passava por mim dizia: “Borá Rafa”... Tentei acompanhar alguns atletas, mas as fisgadas incomodavam ainda mais, e com medo de piorar andei e fui no melhor estilo “Fartleck”, onde eu dava um tiro de uns 300 metros e quando sentia a fisgada andava para descansar o músculo. Ainda sim consegui manter alguns kms abaixo de 4’20. No final, um atleta da mesma categoria que a minha se aproximou, e aí sem muitas opções “foi na raça mesmo"..rs

Todo esforço valeu a pena, fui “Campeão” na categoria abaixo de 30 anos.

Dados da prova

Atleta: Rafael Marrone Fonseca
Numero de peito: 8
Distância: 10 milhas
Tempo: 01:10:07
Equipe: Clube da Corrida Jovem Pan / Núcleo X-treme
Classificação: Campeão (faixa etária)

5 de mar de 2015

3ª Edição da Corrida da Meia Noite - Campina Grande do Sul/PR

Fala galeraaa!

Confiram mais um relato...
“Ultra Maratona de Revezamento 6 horas”

No dia (22) de Fevereiro, participei da “3ª Edição da Corrida da Meia Noite”, que foi realizada na Arena de Eventos da Cidade de Campina Grande do Sul (Paraná). Sendo disputada em quatro categorias, Solo, Duplas, Quartetos e Octetos, num percurso de 1.200 metros alternando subidas e descidas insanas em estradas de terra e cascalhos...

Faltando duas semanas para a realização da prova, recebo o convite do grande amigo Julio Cesar Polastre e Marcelo Lima Souza para formar uma Equipe (Octeto)... Ainda sem competir na temporada, aceitei o desafio, porém ressalvando não estar na melhor condição...

Após confirmação da inscrição, começamos elaborar a logística para a viagem, estadia, condução e alimentação... Como o pessoal da Equipe conhecia o organizador Sr. Gilberto conseguimos um alojamento gratuito...

Na Sexta-Feira (20) partimos para Campina Grande do Sul/PR as 20:00hs, no carro tive a companhia do grande Eliseu Godoy (Ultra Maratonista), e no caminho peguei mais dois atletas em Itanhaém (Litoral Sul de São Paulo) Julio Cesar e Marcelo Adam... Os demais atletas da Equipe iriam somente no Sábado à tarde (dia da competição)....

Julio Cesar me avisa que não conseguiu entrar em contato com o Sr. Gilberto, e desta forma estaríamos sem local para nos hospedarmos (Sexta-Feira), mesmo assim vamos arriscar?!!?... Então resolvemos ir parando em todos os locais possíveis na estrada para deixar o tempo passar... “que situação”. Nossa primeira parada foi numa Cidade próxima a Registro (não me lembro o nome kkk) perguntamos num posto aonde havia uma pizzaria... E um jovem com sotaque caipira disse “tem duas Pizzarias, mais a Nobres é muito legal”. Então borá conhecer a Nobres... Uma pequena pizzaria no centro era o point da Cidade (que local é esse kkk)... Após comer duas pizzas e enrolar por mais de 2 horas “pois a nossa finalidade era chegar pela manhã na cidade de Campina Grande do Sul”... Não deu, não acontecia nada na Cidade... Então borá seguir viagem...

Segunda parada, num posto de Gasolina antes do bairro do Turvo... Posto bem antigo e com aspecto de velho... A galera pediu um café e eu fui ao banheiro, na volta ao ajeitar meu celular na parte da frente da bermuda e o frentista ficou me olhando com uma cara de assustado... Não entendi nada... Ai quando solicitei a conta dos cafés... Ouço: “é de graça, está tudo certo”... Será que ele pensou que ia roubar o local?!? kkkkkk

Depois dessa, resolvemos seguir viagem sem paradas... Chegamos por volta das 2:45hs da madrugada... Campina Grande do Sul é uma cidade pequena e nesse horário não havia ninguém na rua... Bom o que fazer agora? Julio sugeriu “Vamos até a Arena”... Antes de continuar o relato preciso desabafar, Eliseu nos torturou a viagem toda com suas flatulências (estava podre) meu amigo “cuida da alma que o corpo já era kkkk” voltando ao relato... Chegando à Arena encontramos o portão aberto... Não pensamos duas vezes e adentramos no local... kkkk ai percebo como essa galera é viciada no Watssap... “Não importa dormir na rua, mais ficar sem tomada jamaissss”, e pra piorar percebo que meus amigos não levaram nada (colchão, travesseiro, coberta) bando de loucos?!?

Nas dependências da Arena encontramos um local tranqüilo para passar a noite... Julio e Adam esticaram uma toalha de banho no chão e a mochila se transformou num travesseiro... Eliseu pegou a ponta do meu colchão (inflável) e ficou focado no Watssap... Desta forma deitei com as pernas pra fora... Mais quando percebo o Eliseu já estava com a bunda na minha cara... put@#*@(_#$%... (Ai não kkkk) Bravo peguei meu travesseiro e fui dormir no Carro... kkkkk

O primeiro susto... As 5:00hs já dormindo no banco de trás do carro, acordo com a luz de lanterna dentro do carro, puts... Logo pensei é a Polícia “estamos fudidos”... Fiquei quietinho e poucos segundos escuto “toc.. toc” na janela do carro... Era um morador da cidade, perguntando se estava tudo bem, pois viu as luzes acesas (Caraks que susto)... E confesso que se fosse polícia já entregava todo mundo kkkk “tem mais três elementos no local”... Depois de um tremendo susto, voltei a dormir e eis o segundo susto. Os viadinhos me acordaram as 8:00hs balançando o carro “pensei que estava tendo terremoto”.... Noite ótima SQN...

Pela manhã procuramos um local para tomar café, e em toda a cidade só havia uma padaria... Que local é esse??!? Kkkkk mais em compensação era tudo muito barato (preço)... Aproveitei e perguntei ao cara da padaria onde tem uma cachoeira por aqui? Tem não... Pergunto novamente: Um rio? Tem não... Um lago?!? Tem não... Porra não tem nada nessa cidade kkkkk... O jeito foi ir para Curitiba que fica aproximadamente 23 km... Rolezinho pelo Centro (incluindo o Jardim Botânico). Às 13 horas voltamos a cidade para almoçar e descansar um pouco... Apenas um restaurante (monopólio), mais o bandeco era show e o preço era R$ 11,00 por pessoa (Self-Service)... Saindo de lá passamos no mercado e compramos Bananas por R$ 0,49 centavos o Kg... fiquei impressionado com os valores dos produtos, acredito que estamos sendo roubados nas Cidades Litorâneas com preços abusivos.

Depois de uma noite inteira acordado, borá descansar porque a Madrugada seguinte seria de muito esforço (competição)... Consegui cochilar algumas vezes, mais devido à ansiedade foi difícil de relaxar... Por volta das 16:00hs chegaram os demais atletas da Equipe que formariam o Octeto (Equipe Trifolego.k).

Com o termino do horário de verão, a largada foi antecipada para as 23:00 e termino da prova as 5:00... Com uma estratégia desenhada, eu entraria apenas depois de 16 voltas... Ficamos todos sentados na arquibancada acompanhando, porém com algumas voltas completadas, percebemos a queda de rendimento de um dos nossos atletas “Willian” e com isso antecipou minha entrada na pista... Como diria aquele ditado “quem ta na chuva é pra se molhar”... borá lá... Minha primeira volta completei os 1.200 metros com o tempo 3’58 forte demais para as longas subidas e as decidas insanas numa estrada cheia de cascalhos... sem deixar o corpo esfriar, alternei voltas com o atleta Cleyton Gomes... assim fui para a segunda, terceira, quarta e quinta volta, respectivamente 4’04, 3’56, 4’08 e 4’02... Fiquei muito feliz pois consegui manter o ritmo e não deixei cair o rendimento... Minha primeira pausa para o descanso #SQN... Fui surpreendido novamente, Julio havia passado mal e tive que entrar no lugar dele... Com 3 horas de prova nossa Equipe teve uma queda de rendimento... Retornei novamente a pista para tentar dar um UP... Estava conseguindo manter a média das primeiras voltas... Com 5 horas de prova, fizemos um balanço geral e para quebrar o Recorde dos anos anteriores, teríamos que correr muito nas voltas finais, teria que fazer todas as voltas abaixo de 4’20... Selecionamos os atletas que ainda estavam inteiros e fomos pra cima, já não agüentava mais dar volta, e por incrível que parece minha média foi mantida até o final... A emoção ficou por conta das ultimas duas voltas, Willian chamou a responsabilidade e foi pra penúltima volta “apreensão” e não é que ele vira a volta pra 4’10... Cleyton pegou o bastão e teria menos de 4’10 para passar novamente pelo pórtico. Desta forma abriríamos mais uma volta (conseqüentemente a quebra do recorde), toda a Equipe desce para a pista e a ansiedade toma conta, Cleyton vem num ritmo alucinante e passa faltando segundo para o encerramento... Com bônus de mais uma volta e essa bem mais tranqüila fomos todos reunidos em clima de festa, ao entrar novamente na Arena, o pessoal da arquibancada aplaudiu muito nossa equipe, Eufóricos... Comemoramos muito essa conquista... e o grito tomou conta “Éh campeão, trifolego... Éh campeão, trifolego”.

Só tenho que agradecer muito a Deus pela força e saúde... Agradecer aos companheiros de Equipe pela oportunidade, pois cada um fez o seu melhor e juntos conseguimos mais um grande resultado... #obrigadoSENHOR